Sem categoria

Open Banking no Brasil: quais os próximos passos?

Open Banking no Brasil: quais os próximos passos?

No último ano, o Brasil passou pela implementação do sistema de integração de dados entre instituições financeiras: Open Banking. O projeto foi trabalhado em quatro fases que aconteceram de forma escalonada ao longo deste período.

Com a implementação da última fase neste fim de ano, o país amplia as possibilidades para a personalização no oferecimento de serviços digitais por intermédio das instituições financeiras.

O projeto, que já é o maior no mundo segundo o diretor do Banco Central do Brasil, evoluiu mais rápido do que o esperado nas fases passadas, e tende a trazer resultados para os consumidores já no segundo semestre de 2022.

A quarta Fase e o open Finance

A quarta e última fase do projeto, que deve acontecer até março do próximo ano preparará o terreno e evoluirá o processo para processo que agora será conhecido como open finance.

O open finance expandirá o compartilhamento de dados para outros setores, como seguradoras, corretoras de investimentos, câmbio e previdência, aumentando as oportunidades de criação de serviços mais customizados para os clientes.

Impactos nos investimentos

Além da facilitação no que diz respeito a portabilidade de dados e da maior concorrência entre empresas portadoras de crédito, outro setor que se beneficiará será o de investimentos. A democratização dos serviços financeiros facilitará o processo de análise de dados e a descentralização na gestão de ativos.

Espera-se, em troca, um grande investimento do mercado: em plataformas inovadoras que possibilitem a fácil visualização produtos e serviços financeiros, no estilo marketplace que já estamos acostumados.

O Bacen está estudando também a implementação de uma moeda digital, no formato das criptomoedas, marco que poderá expandir também a relação econômica internacional.

Este é apenas um passo para o quadro geral tomar a forma esperada, porém existe muita ansiedade ao tomar como base processos de aberturas de compartilhamentos de dados em países pioneiros, como a Inglaterra e a Austrália, e enxergar os resultados positivos para a expansão econômica.

A tecnologia modificou o modo como nos comunicamos, como trabalhamos e mudou também o modo como cuidamos do nosso dinheiro. A FacilitaPay trabalha com um ecossistema de pagamento totalmente integrado com seus clientes, e está a cada dia mais preparada para contribuir positivamente com as mudanças que as inovações no sistema financeiro nacional e internacional estão trazendo.



Autor:

quatroventos

MAIS

Notícias relacionadas

Utilizamos cookies para ajudar você a navegar com eficiência e executar certas funções. Você encontrará informações detalhadas sobre todos os cookies sob cada categoria de consentimento abaixo.
Ao clicar em “Aceitar todos”, você concorda com nossa Política de Cookies

Utilizamos cookies para ajudar você a navegar com eficiência e executar certas funções. Você encontrará informações detalhadas sobre todos os cookies sob cada categoria de consentimento abaixo.

Os cookies que são classificados com a marcação Essenciais são armazenados em seu navegador, pois são essenciais para possibilitar o uso de funcionalidades básicas do site.

Também usamos cookies de terceiros que nos ajudam a analisar como você usa esse site, armazenar suas preferências e fornecer conteúdo e anúncios que sejam relevantes para você. Esses cookies somente serão armazenados em seu navegador mediante seu prévio consentimento.

Você pode optar por ativar ou desativar alguns ou todos esses cookies, mas desativá-los pode afetar sua experiência de navegação.


Personalize Negar todos